Canção do rio Moldau

[odeo=http://www.odeo.com/audio/14338753/view]

Bertolt Brecht e Hans Eisler
Versão: Tatiana Belink

No fundo do Moldau as pedras se movem
Em Praga três reis sepultados estão
Nem dura nem fica o que é grande ou pequeno
Escura é a noite e já raia a manhã (BIS)

E mudam os tempos, os planos imensos
Dos fortes da terra por fim cessarão
E mesmo que andem qual galos sangrentos
Poder e violência não lhes valerão (BIS)

No fundo do Moldau…

violão: Alessandro Penezzi


Uma resposta to “Canção do rio Moldau”

  1. […] de começar, texto de Bertolt Brecht musicado pelo pianista Carlos Azevedo. Já a segunda é a Canção do rio Moldau, adaptação para o português feita por Tatiana Belink para Das Lied von der Moldau, parceria de […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: